Vitamina D, dias sem sol e agora?

A Vitamina D, comummente conhecida como “vitamina do sol”,  tem inúmeros benefícios, ao nível da saúde óssea e do sistema imunulógico, e é produzida no nosso organismo graças à nossa exposição solar. Ora, no Inverno, o sol dá lugar às nuvens e à chuva.  Há outras formas de obter esta vitamina? Sim!

A vitamina D pode ser encontada em alimentos naturalmente ricos como peixes gordos (salmão, sardinha, atum), marisco (ostras), óleo de fígado de bacalhau e laticínios. No entanto, as fontes dietéticas através das quais podemos absorver esta vitamina são relativamente escassas, pelo que há a necessidade de recorrer à suplementação (segundo a Declaração Portuguesa da Vitamina D, 2009). Esta suplementação é fundamental, especialmente para bebés e crianças, mulheres grávidas, diabéticos, idosos, obesos e pessoas que sofrem de problemas cardiovasculares ou de osteoporose (Hossein-nezhad,A and Holick, M. F. Vitamin D for Health: A Global Perspective.).

O défice de vitamina D aumenta o risco de ocorrência de doenças crónicas e degenerativas como Alzheimer, Cancro, Diabetes, Doenças Cardíacas, Esclerose Múltipla e Osteoporose (Hossein-nezhad, A and Holick, M. F. Vitamin D for Health: A Global Perspective).

Tópicos: 
Vitamina D
Consentimento de cookies