6 'super-alimentos' que deve consumir este Inverno

Com a época das festividades bastante próxima, a mesa costuma estar repleta de doces e comida altamente calórica. 

No entanto, é bom não esquecer que (para além de querermos manter a linha) o nosso corpo continua a necessitar de nutrientes e de certas substâncias essenciais ao bom funcionamento do organismo.

Nabos: Os nabos têm uma grande concentração de vitaminas, minerais e carotenoides. São também uma grande fonte de fibra, folatos e vitaminas C, E e K.

Funcho: Provavelmente não costuma usar este vegetal nos seus cozinhados, mas é melhor começar a pensar duas vezes. O funcho é uma excelente fonte de vitamina C, potássio, fibra e folatos.

Couves de Bruxelas: Têm um cheiro bastante intenso, mas vale a pena experimentar. As couves de Bruxelas são ricas em vitamina C, fibra e antioxidantes. Se não sabe como as cozinhar, aqui fica uma dica: Tempere com azeite, sal e pimenta e asse-as – assim conseguirá reter muitos dos seus nutrientes.

Vegetais verdes escuros: Os legumes que possuem folhas verdes escuras (como a couve) estão cheios de antioxidantes. São também uma boa alternativa aos lacticínios para obter a dose de cálcio recomendada. Para além disso, são uma boa fonte de ferro e folatos (muito importantes durante a gravidez). Estas folhas são usadas como alternativa às batatas fritas – Basta cozinhá-las em azeite e deixá-las bem estaladiças.

Romã: Esta fruta está cheia de antioxidantes, fitoquímicos, como o betacaroteno, potássio e vitamina C. Pode comer as suas sementes à colher ou juntamente com um iogurte magro.

Fonte: Sol

Tópicos: 
Dicas úteis